quarta-feira, 6 de julho de 2011

REFLEXÕES...

Bom dia meninas!!!!
Curtindo o friozinho????

Não sei se comentei que gosto muito dessa estação, acho as roupas lindas e elegantes, mas sinceramente dentro de casa tá osso, só dá vontade de ficar debaixo das cobertas, não tenho feito quase nada, ainda mais com essa gripe que me pegou, tô comendo mal, fugindo da academia e me sentindo pessíma...




É  sobre isso que quero falar aqui hoje, tenho lido os blogs das amigas e visto que esse assunto é quase unânime entre as irmãs de grampo, as jacadas pós cirurgia.

Antes da cirurgia, ouvia muita gente que gosta de dar pitaco sem conhecimento dizer, você vai comer tão pouco, não vai ter mais prazer em comer, eu achava que seria assim mesmo e pensava: melhor não ter prazer em comer, do que ser gorda pra sempre, já comi durante 34 anos, curti bastante, quero mesmo é ser magra e feliz.
Mas que grande mentira é essa, até que nos 2 primeiros meses, eu não tinha prazer nenhum em comer, comia por obrigação, cheguei a pensar que seria sempre assim, masss, depois desse período, meu apetite voltou e também o prazer de saborear um bom prato, é óbvio que as quantidades agora são bem menores, mas tenho prazer em comer sim!!!! 
Algumas das minhas escolhas mudaram, já não curto mais refris, nem salgadinhos tipo ships, comidas muito gordurosas, passei a comer mais frutas e verduras e muito leite(que não gosto) e derivados mas no restante pouca coisa mudou, continuo amando chocolate e doces em geral, pizzas e tudo que engorda, chego a conclusão que minha cabeça de gorda continua a mesma.

Sei que obesidade é doença, isso já está mais que provado e a cirurgia de redução do estômago é somente uma ferramenta de ajuda nessa luta contra a gordura, a cirurgia não é mágica, temos que fazer sim a nossa parte,  controlar a alimentação, ter escolhas saudáveis, aprender a dizer não as tentações e pra mim esse é o ponto, não consigo dizer não, como mesmo, abuso, não tenho dupping e as consequências, meu peso o oscila entre 73 e 75kg, não consigo chegar  no meu objetivo dos 65kg, que ódio!!!!
Tenho dias de enjoar de tudo, não quero comer nada do que deveria, daí caio de boca nas porcarias, me entupo de chocolate, faço as piores escolhas e depois me odeio, quero me  bater, me matar, me sinto uma imbecil total, vou dormir e no outro dia acordo e faço tudo de novo, isso as vezes dura uns 3 dias, só então consigo voltar pros eixos.

Daí me pergunto, será que sou normal????

Tenho medo, muito medo mesmo de voltar a engordar e ainda assim me saboto, faço tudo errado, me comporto como se fosse magra e sem perigo de vir a engordar.


Esses dias tem sido assim, não tenho vontade de comer nada que preste, me encho de brigadeiro, pão com manteiga na chapa, chocolate quente. Carne, legumes?? Comi muito pouco.
Sei que vocês me entendem, por isso decidi falar tudo pra vocês, pq as vezes as pessoas acham que depois da cirurgia é só alegria, que tudo é fácil, afinal nosso estômago agora é pequeno, comemos pouco, pode até ser, mas comemos coisas calóricas que engordam muito, aí é que está o perigo.

Quero ser normal!!!!!!!!!!!!!!!

Termino esse desabafo com a seguinte frase, que nem imagino quem falou, só sei que é  a mas pura verdade: "Não sou magra, estou magra".
Sou na verdade uma obesa, tenho uma doença chamada obesidade, estou com a doença controlada, isso é, estou magra no momento, mas se não me cuidar fico doente novamente, engordo, tenho que manter a doença sob controle.

É isso meninas, acho que falei demais, mas estava precisando desabafar...vou lá tomar meu café da manhã, prometo que vai ser bem light e nutritivo.

Depois volto, espero que com assuntos mais leves e alegres, valeu por me ouvirem!!!!

Beijokas na bochecha.

5 comentários:

Karine Silva "MULHER VITORIOSA".... disse...

amiga hoje vc falou tudo!!! eu tambem dou umas jacadas mais passo mal tenho dumpping!!! aff!!! masi mesmo assim quando vejo um doce, gordura e pão como de novo ai passo mal de novo!!! sou teimosa e olho grande!!!hahhaa mais estamos aki pra uma ajudar a outra conte sempre comigo sempre estareo aki do outro lado da telinha adooro vc e to esperando as fotinhas concerteza vc esta linda!!! bju!!!

C. disse...

Oi Renata, muito prazer!

Que coincidência, uma amiga acabou de fazer essa cirurgia de reducao do estômago, vou repassar o teu blog para ela. Parece que foi tudo bem na cirurgia e ela retornou ontem pra casa.

Já foi comprovado que a obesidade é doença né, e acho o lado emocional é o que deve ser o mais trabalhado.

Espero que teus dias de pisar na jaca (rolei de rir com isso) estejam chegando ao fim, mas pra isso desligue o botao do stop aí na tua cabecinha, mesmo sendo difícil.
As fábricas de chocolate deviam fechar todas num é hehe

Beijocas

Danielle Queiroz disse...

Amiga querida, parecia q eu estava lendo algo e q eu mesma escrevi kkkk... a gente leva numa boa até certo tempo, mas depois voltamos a ser "normais", tiramos a máscara e relevamos nosso verdadeiro eu: compulsivo e gordo!
Eu fiquei uns dias chocada com essa realidade, depois desabafei no blog e recebi tanto carinho q vi q não estamos sozinhas mesmo. Todas passamos por isso, o jeito é chacoalhar a poeira e ir em frente... tentando corrigir os erros, nem q sejam bem aos poucos, vamos lutando amiga, conto sempre com sua ajuda, e pode ter certeza q sempre estarei pra te apoiar de qq queda, bjsss

Dona D disse...

Essa estação também me conquista! Já refleti a respeito, não só pq acho que as pessoas ficam mais bem vestidas, por estarem com mais roupas, mas pq qdo estamos gordinhas hesitamos em deixar partes do nosso corpo à mostra. No meu caso é isso.
Quanto a comer porcaria, já percebi que a comida era uma mecanismo de fuga emocional. Estou lidando com isso. Ontem, além do cansaço, estava chateadinha e sabia que ia acabar comendo mais do que deveria, então, fui dormir, precisava descansar e relaxar (deixar a raiva passar). Então, hoje levantei cedo, mais disposta e fui à academia. Precisamos ver o que de fato nos leva a comer tanto. Para essas horas, estou buscando outras fontes de prazer. Beijocas!

Pablynne disse...

Eu só tenho 5 meses de operada ainda não tive vontade de enfiar o pé na jaca não, a única coisa que faço e não deveria e beber um vinho ou uma caipiroska de vez em quando, mas acho que o momento q vc tá passando também passa, seu peso era o meu tb e sua meta também é a minha e iremos conseguir!Força menina!